Táxis à deriva, uma história da covardia

Acordei bombardeado pelas notícias que narram mais capítulos de maldades do governo Bolsonaro, sempre apoiado pelos seus robôs virtuais e cidadãos guiados por infantilismos políticos. Lembrei-me que a primeira grande demonstração do poder destrutivo das Redes Sociais aconteceu contra os taxistas. Foi contra eles que se inaugurou um maciço discurso de ódio, uma vingança movida por ferozes autômatos digitais disparados sobre uma classe inteira de operários do volante.